sexta-feira, 15 de julho de 2011

Foo Fighters _ Promovendo o veganismo e a defesa de direitos animais


Acima o logo da banda e abaixo, seus integrantes:





Integrantes do Foo Fighters pedem comida vegetariana para turnê!

Fonte: Vida Vegetariana

A banda de rock Foo Fighters pediu somente comida vegetariana em sua turnê. Todos os integrantes do grupo e outros 20 membros da equipe comerão alimentos sem nada de carne. O pedido está em um documento de 52 páginas contendo os pedidos da banda que foi enviado aos contratantes.

“Frango não é vegetariano. Peixe muito menos. Se você considera peixe e frango alimentos vegetarianos, você deveria largar seu emprego”, diz uma parte do documento. “Lembre que vegetariano é algo que NÃO tenha rosto”.

Para preservar o meio ambiente, os integrantes ainda pedem utensílios como pratos, copos e talheres que não sejam descartáveis.

domingo, 10 de julho de 2011

Gourmet

Manjericão _ foto banco Google.



Esta receita saudável é deliciosa e foi exibida na TV Século 21 pela culinarista Renata Octaviani Martins.

Vale a pena fazer:

SOPA CREMOSA DE BATATA E BRÓCOLIS (Vegana)

Ingredientes:
3 batatas médias descascadas e picadas
1 pedaço de abóbora, equivalente a uma batata
Água suficiente pra cobrir
1/4 de xícara (chá) de xerém de castanha de caju (graúdo, pouco torrado, sem sal. Ou a castanha inteira)
1/4 xícara (chá) de aveia em flocos
1 xícara (chá) de água
1 colher (sopa) azeite
1/4 de cebola
2 xícaras (chá) de brócolis pré cozido
1 dente de alho
Manjericão fresco ou seco
Sal
Pimenta do reino
Noz moscada

Para decorar: croutons, brócolis e azeite

Modo de Fazer:
Cozinhe as batatas e a abóbora com a água até ficarem macias. Bata no liquidificador com o próprio caldo e reserve.
Faça um leite vegetal com a castanha de caju, aveia em flocos e água, deixando descansar uns 5 minutos e batendo de novo. Não é necessário coar. Reserve.
Refogue a cebola bem picada no azeite, até dourar. Acrescente brócolis bem picado, sal, pimenta e um pouco de manjericão, mexendo até o brócolis ficar macio. Acrescente um dente de alho pequeno, mexendo por mais um minuto. Acrescente o caldo de batatas e o leite vegetal.
Montagem: distribua a sopa quente em 4 pratos fundos. Regue com 1 fio de azeite e arrume alguns croutons no centro do prato, servindo imediatamente.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Imagine o contrário!

'O garoto que não come carne'

No início deste mês, olhando uma destas bandejas de isopor em prateleira de açougue de supermercado, vi um garotinho, diante dela fazendo careta e dizendo: 'Eca! Eu não como isto...'

Eu como sempre, carioca metida, pergunto logo: '_Por quê?'

O molequinho responde que é nojento, tem sangue e fede...

Aí chega a mãe e diz..._Não há o que faça ele comer carne...já falei milhares de vezes que precisa, a proteína faz falta, etc...não adianta...ele é um prato sem bife...

Olho para ela, já disparando um '_Quem disse?' _ em referência à proteína _ e um 'Graças à Deus que ele não gosta! Devia seguir o exemplo de seu filho!' E aí, amigo(a)...o papo foi se estendendo até o balcão de cafeteria do Pão de Açúcar...e lá fui ensinando de onde retirar a tal aclamada proteína, que dizem que só a carne tem e as vantagens em termos de saúde, de se ser vegetariano...

Quando eu cheguei em casa, nas madrugadas criativas, imaginei o boi lá, de black-tie, cheio de elegância e poder, segurando um espetinho especial. Não eram de coração de galinha...mas de dedos...de todos os que o comem. Meio bizarro??

Bizarro é o que os humanos fazem com animais e o pior...quando alguém me diz, 'eu como porque já tá morto mesmo...'.

Aí, amigo(a) é mais papo pra entender que enquanto alguém disser isto e comer, a matança e seus métodos nojentos vão continuar...e a saúde deste ser humano vai deteriorar.

É duro...desce um Dreher!








'Imagine o contrário!' _ 50X60 _ acrílica

Espetinho




Detalhe da obra _ 'Imagine o contrário!'

terça-feira, 5 de julho de 2011

Porto Alegre Vegan _ Açaí Musical



Um evento pra lá de macanudo, tchê!

Pra conhecimento dos que levam vida saudável:

Fonte:Rede Social







Dia 25 de agosto de 2011


Porto Alegre vai conferir um festival musical com uma proposta inédita no Brasil: música boa e comida vegana. Não temos registros de um festival brasileiro deste porte que tenha tido o cuidado de oferecer comida vegana e expor isso em sua comunicação.


O Festival Açaí Musical, nome do evento que trará o incrível grupo australiano John Butler Trio para o Brasil, foi concebido por um vegano que também é amante do ciclismo. Por isso, os ciclistas têm lugar especial no evento com bicicletário garantido.

Além do John Butler Trio, a noite terá as participações das bandas Cachorro Grande, Móveis Coloniais de Acaju e Gustavo Telles & Os Escolhidos. Tudo isso por R$ 50 (primeiro lote de ingressos).

Mesmo com sua divulgação iniciada há apenas alguns dias, o Festival Açaí Musical já ganhou destaque no Zero Hora, um dos principais jornais de Porto Alegre, leia aqui.

Se você ainda não conhece o John Butler Trio, principal atração do festival, ouça a música “Used To Get High” no Youtube e leia a letra aqui. Além da musicalidade contagiante, as letra de John Butler completam de forma perfeita o show. Leia este trecho da música citada acima:

“Eu costumava ficar chapado para viver / Acreditando em tudo o que eu via na minha tv / Eu costumava ficar chapado para viver / Comendo todo o lixo de comida que eles me venderam / Eu costumava ficar chapado para viver / Pensando que o meu destino estava fora do meu controle”.

Acesse:
www.facebook.com/acaimusical

Visões do dia a dia em 4X4



segunda-feira, 4 de julho de 2011

Reino Unido e a proibição de animais em circos



Inglaterra _ Reino Unido proíbe utilização de animais em circos!

Fonte: ANDA

Mais de 50 parlamentares de todos os partidos majoritários votaram unanimemente pela completa proibição do uso de animais nos circos do Reino Unido. Um forte debate ocorrido recentemente desafiou a diretiva do primeiro-ministro e deixou o governo sem outra alternativa que a de libertar leões e tigres dos circos.
O voto histórico foi contra as intenções de David Cameron, primeiro-ministro do Reino Unido, que insistia em impor restrições para o uso de animais, prática que contraria as leis europeias e motivaria ações legais. Segundo informações da Care2, atualmente, existem 40 mil animais em três circos do Reino Unido sendo explorados.

“Os parlamentares enviaram ao governo uma instrução clara e agora eles devem prosseguir com os trabalhos para o banimento. Todo o debate e a decisão expuseram e deixaram claro como o governo não estava em sintonia nem com seus pares nem com os grupos que defendem o bem-estar animal”, disse Jan Creamer, diretor executivo do grupo Defensores Internacionais dos Animais (ADI), ao The Independent.

Mês passado, o ADI divulgou que, de acordo com uma pesquisa online feita pelo grupo, 72% das pessoas que votaram apoiavam a proibição. Ano passado, outro levantamento, desta vez feito pela Secretaria de Desenvolvimento, Alimentação e Assuntos Agrários, atestou que 94,5% da população era a favor da proibição.

Durante as discussões, o coronel Bob Stewart, oficial do exército e ex-integrante do Partido Conservador, contou a história de um circo abandonado, descoberto por ele quando comandava as Forças da ONU na Bósnia, que explorava ursos. “Encontrei um urso dentro de uma jaula em uma terra de ninguém, que estava há quatro semanas preso, sem água e completamente infeliz. E ele não sairia de lá de dentro nem por mel”, disse.

Stewart disse que os soldados levaram o urso para a Croácia e que mais tarde o animal foi para a Holanda. “Ele agora está no Zoológico de Amsterdã. Eu apoio completamente a ideia de acabar com aprisionamento de animais em jaulas”, finalizou o coronel.

O voto, entretanto, não obriga o governo a adotar a proibição. A manifestação serve apenas para guiar o governo a introduzir a nova lei a partir de 1º de julho. Mas o ministro do Bem-estar Animal, Jim Paice, disse à Câmara dos Comuns que se o debate levou à aprovação da proposta, o governo vai respeitar o que foi decidido.

“Esta é uma vitória para a democracia e para o bem-estar animal”, disse a Sociedade Real de Prevenção à Crueldade Animal (RSPCA). A entidade espera ainda que o governo anuncie formal e rapidamente a proibição.

Holanda aprova lei que proíbe animais em sacrifícios religiosos





Holanda aprova lei que proíbe sacrifício de animais em rituais



Fonte: G1 Site do Partido dos Animais da Holanda


Nova regra é alvo de protestos de cristãos e organizações religiosas. Na Europa, seis países já têm leis que restringem esta prática.

O Parlamento holandês aprovou nesta terça-feira (27), apesar da oposição dos partidos cristãos e das organizações muçulmanas e judaicas, uma lei que proíbe o sacrifício de animais em rituais.
A proposta foi aprovada com 116 votos a favor e 30 contra, em uma votação individual e aberta. Normalmente, as decisões são tomadas por grupos parlamentares em bloco.O projeto da lei, apresentado pelo Partido para os Animais (que possui duas cadeiras no Parlamento), estava há meses sendo debatido e havia grupos que defendiam que a proposta era contrária ao direito constitucional que protege a liberdade religiosa. Finalmente, foi feito um acordo graças a uma emenda que permite às organizações muçulmanas e judaicas realizar sacrifícios caso demonstrem cientificamente que seu método causa menos dor ao animal do que as formas “regulares” de sacrifício.
Os partidos cristãos haviam pressionado para que se esperasse pela resposta dos juízes a um procedimento que associações judaicas e muçulmanas levaram aos tribunais. Nesse processo, as organizações religiosas pediam aos juízes que se pronunciassem sobre a independência de um estudo da Universidade de Wageningen (leste da Holanda) que sustentava que o sacrifício em rituais causava mais dor do que o método habitual, que deixa o animal inconsciente antes de matá-lo.
A pesquisa acadêmica foi de grande importância para que a proposta de lei contasse com a maioria do Parlamento. De acordo com especialistas, cerca de 2 milhões de animais são sacrificados anualmente em rituais na Holanda. Ao aprovar a lei, a Holanda se soma a Suécia, Noruega, Áustria, Estônia e Suíça, que também contam com leis que proíbem este tipo de práticas.

NOTA DE LUÍSA DALARTESA:


Na realidade, em questões religiosas, o sacríficio de animais já foi abolido em ocasião do sacrifício resgatador de Jesus Cristo, que se transformou no Cordeiro de Deus, pagando de uma única vez todos os pecados da Humanidade, segundo informações contidas na história bíblica, nas diversas traduções sem alteração. A Bíblia trata-se de um livro histórico para pesquisa e instrução, de bastante riqueza e exatidão geográfica e cultura social, não havendo, portanto, para fins de adoração e cumprimento de votos, esta obrigação.




Não é mais válido, atualmente o sacrifício.

Deixem os animais em paz! Louvável decisão!