segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Estamos na Era da Conscientização!


Foto divulgação
 Neste sábado, dia 18, jovens do interior de São Paulo fizeram protesto contra a realização de rodeios no centro da cidade de Barretos. A prática do rodeio vem sendo condenada há muito tempo pelos ativistas dos direitos dos animais pela crueldade que envolve a preparação e a performance dos animais em arena.
Apesar da aceitação da população, as provas de rodeio têm gerado polêmica na jurisprudência, tendo o Tribunal de Justiça de São Paulo já decidido pela vedação total ou parcial das citadas provas. Fausto Luciano Panicacci, Promotor de Justiça em São Paulo, Doutorando pela Escola de Direito  da Universidade do Minho (Portugal) vem lutando contra esta prática e ressalta que o público pode ajudar na luta.
Em petição de lei, "O interessado pode, por exemplo, apresentar representação ao Promotor de Justiça que, em sua Comarca, tenha atribuições na área do meio ambiente, descrevendo os danos aos animais e solicitando providências. Nestes casos, e salvo hipótese de indeferimento da representação,  pode se seguir a instauração de inquérito civil para apuração dos fatos ou, mesmo, o pronto ajuizamento de ação civil pública."
Em Janeiro de 2012, também se registra o maior movimento dos amantes dos animais em sua defesa, com a Manifestação Crueldade Nunca Mais, que juntou cerca de cem mil pessoas, em mais de duzentas cidades brasileiras. Todos unidos contra a onda de crueldades com animais que assola o país.

Em seguida o Movimento Nacional de Proteção e Defesa Animal, ancorado no site Crueldade Nunca Mais, uniu novamente a população numa campanha para que a Comissão de Juristas para a Reforma do Código Penal Brasileiro mantivesse os maus tratos contra animais na condição de crime, e ainda aumentasse as penas. Em dois meses conseguimos cerca de cem mil assinaturas numa petição online, e outras oitenta mil assinaturas físicas.
Esta é uma atitude deveras importante pois um país que não tem piedade dos animais não tem de sua gente. Presisamos nos unir para defender os direitos dos animais, dos sem teto, dos que são oprimidos vergonhosamente por uma sociedade cruel e egoísta. O país é rico, não se compreende esta distribuição injusta e esta mania de opressão e subordinação escrava de pessoas e de animais.
Pensem com carinho em transformar este país, pois o povo têm sim, muita força. lutemos pelo que vale a pena. Estamos na Era da Conscientização. Fico feliz de presenciar isso.
Pensem, um pequeno ato e a união de todos os de bom coração e humildade pode sem dúvida avançar fronteiras e mudar o mundo para melhor. 



                                                                             foto uol